TEMPO LIVRE – G24

Caique Germano Cabral e Silva Meirelles, Gabriela Fernandes Pini, Rebeca Lopes Cabral, Roberto Brotero de Castro, Manuela Siffert Porto

ETAPA 1

ETAPA 3

Desde o começo do processo de trabalho no Estúdio Vertical desse semestre, cujo o tema dado era “Tempo Livre” no bairro do Campo Limpo, nosso grupo compartilhava a vontade de fazer uma intervenção ligada ao campo da cenografia e de construir algo para além dos limites da prancheta. Com esse objetivo buscamos um caminho, uma brecha de aproximação com o Campo Limpo, bairro até então desconhecido por nós.

Por meio de um dos integrantes do grupo conhecemos a Estrela Nova, uma ONG que existe há 30 anos na comunidade e que desde então proporciona cursos e atividades extracurriculares para crianças. Dentre os cursos vimos na aula de dança contemporânea uma possibilidade de fazer uma cenografia. Nós, animados, buscamos o professor e alguns dos alunos para propor a parceria. Estes abraçaram a ideia prontamente e fizeram do nosso desejo o seu próprio.

O tema trabalhado pelos dançarinos era “sensualidade e corpo” e o local preferido para a apresentação era a quadra de futebol. O professor Renan solicitou a construção de diferentes níveis e obstáculos, ao mesmo tempo que mostrou-se sempre aberto para incorporar nossas propostas de espaço. Desse modo, através dessas premissas e das nossas percepções do espaço da ONG configurou-se o partido do projeto.

O espaço da Estrela Nova conforma-se em uma situação urbana inusitada. Ela encontra-se em um miolo de quadra onde as casas do entorno voltam-se para seu interior e estabelecem uma relação íntima com o local. Nessa perspectiva, a cenografia teve como ideia trazer as janelas das casas para a quadra por meio da de molduras em madeiras de diversos tamanhos iluminadas com luz LED. Com elas os bailarinos poderiam interagir movendo-as e dançando entre os vazios. Os níveis, por sua vez, foram resolvidos com o uso de pallets empilhados em diferentes alturas.

O processo foi bastante gratificante para o nosso grupo e para os membros da ONG. Com esse trabalho nos deparamos com instancias projetuais antes ignoradas, principalmente relativas à pratica da construção. Não menos importante foi a relação de troca estabelecida com o grupo de dança, que abraçaram a ideia e participaram intensamente da construção do espaço.


0 comments on “TEMPO LIVRE – G24Add yours →

Deixe uma resposta