MPMF / G30_PEGUEI MINHAS COISAS FUI EMBORA

MPMF / G30_PEGUEI MINHAS COISAS FUI EMBORA

REFUGIADOS + OCUPAÇÃO + SAO PAULO

MPMF / G30_PEGUEI MINHAS COISAS FUI EMBORA

01_INTEGRAÇÃO

+ HABITAÇÃO        + TRABALHO           + IDIOMA

A adaptação não é facil para a maioria dos refugiados, a dificuldade de conseguir um emprego e habitação, os obriga morar longe e aceitar empregos informais. Além disso, há brigas entre refugiados de nacionalidades distintas, dificultando a integração e aumentando o isolamento


02_PREMISSAS

1.ERA O HOTEL CAMBRIDGE 

2. OS TAMBORES DOS MORTOS E OS TAMBORES DOS VIVOS etnografia, antropologia e política em ilhéus, bahia. Marcio Goldman

+ Observação Participativa

“A antropologia elabora a ciencia social do obser- vado, adotando o ponto de vista do nativo ou de um “sistema de referência fundado na experiência etnográfica, e que seja independente, ao mesmo tempo, do observador e de seu objeto”.


03_OCUPAÇÃO

+ Abril 2017: parceria firmada entre o Centro de Acolhida Missão Paz e a FLM (Frente de Luta por Moradia).

+ Os centros acolhida podem abrigar os imigrantes por um curto período de tempo. após determinado período o indiviuo ou a familia deve procurar um lugar para morar. A maioria dos refugiados acaba indo morar em pensões, favelas, albergues municipais e ocupações.

FLM  Quem NÃO luta tÁ morto”

A luta da FLM é por uma reforma urbana em que os pobres também morem na região central, que ocupem os es- paços já consolidados da cidade, no sentido de diminuir os impactos com a expansão horizontal da cidade. Luta para que os imóveis de devedores da União, do Estado e do Município sejam espaços para construir moradia popular. Luta por participação popular e por mutirões autogestionados.

A FLM atualmente está em 11 prédios no centro de São Paulo. no fim de 2016 o movimento ocupou o antigo edifício do INSS na av. 9 de julho.


04_Modo de pensar / Modo de fazer

+ Modo de pensar

Todo sábados a noite acontece a reunião do GRIST (Grupo de Refugiados e Imigrantes Sem Teto), buscamos nos aproximar para entender melhor onde podemos ajudar. Os encontros do sao articulados por um grupo de pessoas trabalhando em uma colaboração de diferentes segmentos : observação participativa.

+ Modo de fazer

Quinzenalmente, ocorre a reunião dos cordenadores das ocupações, eles discutem as necessidades e diretrizes do movimento. Desse modo precisamos participar e viabilizar, junto a esse grupo, as proposta de projeto.

1. Espaço de produção e oportunidade 

O Hotel Cambridge tem uma cozinha que produz bolo para venda, a idéia da marcenaria surgiu com o intuito de fazer um programa complementar; serão fabricados os carrinhos e barraquinhas, nos quais os bolos e café serão vendidos. 
A marcenaria funciona como um espaço de construção e reparo  de mobilario para os apartamentos alem de servir para as outras ocupacionais do FLM.

Prototipos dos barraquinhas

Implantacao dos barraquinhas

Implantação doa ocupação do 9 de Julho

Relação Hotel Cambridge e 9 de Julho