PASSAGENS – G11

MABLY ROCHA, GIULIO MICHELINO, MARTIN ARENA DEGEN, ISADORA PANACHÃO PALMA PINTO

1ª ETAPA

A escolha do lugar se deu uma vez que entende-se que a linha de trem que corta a região configura uma barreira física, transponível apenas por uma passarela estreita que – juntamente com os muros de proteção ao lado dos trilhos – prejudica a qualidade do entorno das ruas Luigi Greco e Capistrano de Abreu.
Assim, é palpável a necessidade de se requalificar a área, tornando-a mais convidativa para os pedestres através de uma comunicação mais franca entre os dois lados da cidade que foram segregados pela estrada de ferro.
Por isso o grupo elencou uma série de possibilidades de intervenções como intenções de projeto.g11_entrega1_img04

g11_entrega1_img03

g11_entrega1_img02

g11_entrega1_img01

3ª ETAPA