professores

COORDENADORES

Cesar Shundi Iwamizu
quintas feiras
Arquiteto formado em 1999 pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo. Mestre pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo em 2008 com a pesquisa “A estação Rodoviária de Jaú e a dimensão urbana da arquitetura”. Entre 2000 e 2007, foi sócio do escritório Estúdio 6 Arquitetos. Mantém colaboração com os arquitetos Eduardo de Almeida, Helena Ayoub e Anderson Freitas. Atualmente, é docente na AEAUSP | Escola da Cidade como coordenador do Estúdio Vertical e é doutorando no curso de pós-graduação da FAUUSP. Desde 2007 dirige o SIAA, escritório premiado nos concursos públicos para o SESC Franca, SESC Ribeirão Preto, Casa Caramuru e Estação de Mairinque.

Francisco Fanucci
quintas feiras
Arquiteto, formado pela FAU USP, em 1977, é sócio fundador do escritório Brasil Arquitetura, onde tem realizado vários projetos com premiações no Brasil e exterior. Dentre eles destacam-se: o Bairro Amarelo, em Berlim, Alemanha, o Museu Rodin Bahia, em Salvador, BA, o Museu do Pão, em Ilópolis, RS e a Villa Isabella, em Hanko, Finlândia. Publicou “Francisco Fanucci & Marcelo Ferraz – Brasil Arquitetura” pela Editora Cosac Naify em 2005. É autor de numerosos projetos de mobiliário em madeira, comercializado pela Marcenaria Baraúna. Professor de projeto da Escola da Cidade, em São Paulo desde sua fundação, em 2002. Apresentou exposição de projetos selecionados no Tokyo Art Museum (2008), Centro Universitário Maria Antonia (2009), Museo Andersen, Roma (2009), Casartac, Turim (2010), ENSA Paris-Malaquais, Paris (2010) e Bienal Panamericana de Quito, Quito (2010).

PROFESSORES

André Vainer
segundas feiras
Arquiteto e urbanista formado pela FAU-USP em 1980. Foi sócio do escritório André Vainer e Guilherme Paoliello de 1978 a 2009. O escritório teve trabalhos premiados e destacados nas premiações do IAB de 2000, 2002 e 2004; Prêmio Master Imobiliário em 2000; nas II, IV, VI e VII Bienais Internacionais de Arquitetura de São Paulo e na premiação Top XXI da revista Arc Design em 2007. É titular atualmente do escritório André Vainer Arquitetos e professor da Escola da Cidade.

Camila Toledo
terças feiras
Arquiteta formada pela FAU-MACK (1985) Titular do escritório CAT Arquitetura, onde tem realizado vários projetos. Ganhou 1° Prêmio Obra Construída Jovens Arquitetos do IAB (1993),  vencedora do concurso para a Reforma do MIS SP (2008), realizou projetos institucionais como Projeto que se tornou modelo para Escola da FDE e projeto da EscolaSP de Teatro na Praça Roosevelt (2009).  Além de lojas e residências, realizou projetos de lanchonete/café/área de convivência dos Sesc Bertioga e Consolação, projetos expositivos e cenários para os espetáculos de Ivaldo Bertazzo.

Camille Bianchi
quintas feiras

Carol Tonetti
segundas feiras
Arquiteta, mestre em Projeto, Espaço e Cultura pela FAU-USP (2013) e doutoranda no mesmo programa. É professora na Escola da Cidade desde 2004, onde a partir de 2013 passou a coordenar a sequência de disciplinas voltadas aos meios de expressão e ao desenho. Articula diferentes parcerias e estratégias de ação em projetos com escalas e temporalidades distintas, aproximando arte e arquitetura, teoria e prática. Sua produção volta-se tanto para a prática artística como para projetos arquitetônicos.

Cris Xavier
segundas feiras
Formada pela FAU USP em 1994, realizou diversos projetos de residências unifamiliares e projetos de Vilas em São Paulo: Fidalga 897 (1997), Vila Fidalga (2001) e Vila Taguaí (2011). Concluiu em 2013 a ampliação e reforma de galpões da produtora O2 Filmes. Atualmente desenvolve um projeto/pesquisa de construção em área de preservação em Santarém/PA.

Daniel Corsi
terças feiras
Graduado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Mackenzie em 2003 com os Prêmios Miguel Forte e Telésforo Cristófani. Mestre pela FAU-Universidade de São Paulo em 2012. Professor na graduação e pós-graduação da FAU-Universidade Mackenzie desde 2010, e na Escola da Cidade desde 2015. Trabalhou com Biselli + Katchborian (São Paulo), Gaeta-Springall + Higuera-Sanchez (México D.F.) e Cloud9 | Enric Ruiz-Geli (Barcelona). Sócio fundador do escritório CHN Arquitetos (2007) e, posteriormente, do CORSI HIRANO ARQUITETOS (2010). Premiado em diversos concursos públicos nacionais e internacionais como o 1º Prêmio – Concurso Público Nacional para o Complexo Trabalhista do TRT-Goiânia (2007), 1º Prêmio – Concurso Público Internacional para o Museu Exploratório de Ciências da Unicamp (2009) e 1º Prêmio – Concurso Público Nacional para a Nova Sede Administrativa da Câmara Municipal de Porto Alegre (2014). Seus projetos já foram expostos no Brasil e no exterior, incluindo as 12ª e 14ª Mostra Internazionale di Architettura della Biennale di Venezia (2010 e 2014) e o DAM – Deutsches Architekturmuseum em Frankfurt (2013). Em 2013 a obra das Casas AV foi a vencedora na categoria Condomínios Residenciais do Prêmio O Melhor da Arquitetura – Editora Abril. Certo de que a prática da arquitetura também deve estar vinculada à reflexão acadêmica, mantêm um forte vínculo com as pesquisas e universidades.

Eduardo Colonelli
segundas feiras
Graduado e mestre pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, em 1978 e 2003, respectivamente.
É professor de projeto no curso de Arquitetura da FAAP desde 1998 e na AEAUSP – Escola da Cidade desde 2005. Lecionou também no Centro Universitário Belas Artes de 2001 a 2006.
Desde 1985, atua em diversas áreas, especialmente institucional, educacional, habitacional, com destaque em intervenções no patrimônio construído. É sócio-diretor do Escritório Paulistano de Arquitetura, fundado em 2003. Foi sócio-diretor do escritório Ricoy Torres e Colonelli de 1985 a 2001.

Eduardo Gurian
quintas feiras
Arquiteto formado pela Fundação Armando Alvares Penteado (2003), Pós-graduado em Computação Gráfica, Modelagem e Animação no Centro Universitário SENAC (2005), Mestre pela Universitat Politècnica da Catalunya (2007) e atualmente desenvolve pesquisa de Mestrado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo FAUUSP. Recebeu prêmios em concursos nacionais e internacionais como o 2º lugar no Concurso Nacional para a Recuperação da Histórica Estação Ferroviária de Araras (2004) e o 1º lugar no Concurso para Remodelación de la Plaza Urquinaona em Barcelona – Espanha.

Fernanda Barbara
terças feiras
Arquiteta e Urbanista formada em 1993 pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAUUSP), onde concluiu o mestrado em 2004. Pós-graduação na École de Hautes Études en Sciences Sociales, Paris, França – Departamento de Territoires Urbaines (1994/1995). Foi coordenadora do Estúdio Vertical da Escola da Cidade, onde é também professora de projeto no Estúdio Vertical e professora do curso de pós-graduação (latu senso). Professora de projeto no Curso de Arquitetura da Fundação Armando Álvares Penteado desde 2001. Participou de seminários em Chicago e Lisboa, proferiu palestras na Escola de Arquitetura do Porto e na Universidade de Córdoba. Foi membro da equipe curadora da representação brasileira na Bienal Internacional de Veneza em 2006, que resultou em exposição e catálogo entitulado “Redes e Lugares”. Além da formação acadêmica ligada a arquitetura e urbanismo, formou-se em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica (PUC – SP) em 1990, cursou a graduação em Ciências Sociais na Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo em 1985 e cursou a graduação em Filosofia na mesma universidade de 1986 a 1988.

Ligia Miranda
terças feiras
Arquiteta e urbanista formada na Universidade Braz Cubas, especialista em Projetos para Cidade Contemporânea pela Universidade Mackenzie. Atualmente trabalha na empresa Hagaplan como coordenadora de projetos de urbanização de favelas e habitação social para Secretaria de Habitação de São Bernardo do Campo. Foi monitora do Estúdio Vertical de 2012 a 2015. Trabalhou como coordenadora dos projetos e obras de urbanização de favelas do Programa Mananciais, no âmbito do município de São Paulo de 2009 a 2013.

Luciano Margotto
quintas feiras
Arquiteto (1989), mestre (2001) e doutorando (2012) pela FAU-USP. Professor de projeto desde 1994, atualmente leciona no grupo do TFG da FAU-Mackenzie e no Estúdio Vertical da Escola da Cidade, ambas em São Paulo. Recebeu o Prêmio Carlos Milan com a Residência de Ibiúna na premiação IAB/SP 2000 e o Prêmio “Ex Aequo” com o Terminal da Lapa na premiação IAB/SP 2004, além de outros prêmios em concursos públicos com destaque para o 1º lugar no Concurso Público Nacional de Anteprojetos para a sede do SEBRAE em Brasília-DF (2008); 2º lugar no Concurso Público Nacional para Modernização do Conjunto Esportivo do Ibirapuera (2003); 2º lugar no Concurso Público Nacional para a Faculdade de Medicina de Botucatu (1991); 2º lugar no Concurso Público Nacional para Habitação Popular no Brás e 2º lugar no Concurso Regional para a Igreja Matriz de Cerqueira César (1989). Participou como expositor em diversas bienais e mostras entre as quais se destaca as exposições “Encore Modern? Architectures brésiliennes 1928-2005” (Paris, 2005) e “Coletivo – Arquitetura Paulista Contemporânea” (São Paulo, 2006; Rio de Janeiro e Zürich, 2007; St. Louis, Lisboa e Braunschweig, 2008). Manteve com Marcelo Ursini e Sérgio Salles o escritório Núcleo de Arquitetura de 1988 a 2009.

Luís Felipe Abbud
terças feiras
Arquiteto paulistano formado pela FAUUSP (2010) com pós-graduação no curso Arquitetura, Educação e Sociedade (2015) pela Associação Escola da Cidade, onde leciona desde 2013. Residente por dois anos na Holanda, realizou curso de intercâmbio na Delft University of Technology – TUDelft (2007) e trabalhou no estúdio OMA-AMO em Roterdã (2008), projetando para contextos culturais diversos como África e Oriente Médio. Sua participação em projetos multidisciplinares incluem: cenografia da minissérie de TV “Edifício Paraíso” (2017); a conceituação e design gráfico da publicação “Memórias Resistentes, Memórias Residentes: Lugares de Memória da Ditadura Civil-Militar no Município de São Paulo” (2016: Secretaria  Municipal de Direitos Humanos e Cidadania + Memorial da Resistência de São Paulo); diretor de arte assistente e cenógrafo longa metragem “Era o Hotel Cambridge” (2016), onde também atuou como professor no projeto colaborativo da diretora de arte Carla Caffé envolvendo estudantes da Escola da Cidade e residentes da Ocupação Cambridge em São Paulo; membro no comitê de organização da 10a Bienal de Arquitetura de São Paulo – Cidade: Modos de Fazer, Modos de Usar (2013), na qual também coordenou com Carol Tonetti o projeto de sua rede de diferentes exposições sediadas no Centro Cultural São Paulo, SESC Pompéia, MASP e Museu da Casa Brasileira, e da exposição “Brasil: O Espetáculo do Crescimento” em sua versão para a Shenzhen Architecture Biennial, China (2013). Abbud é fundador e diretor criativo do estúdio multidisciplinar Númena (2012), onde atua transitando entre os campos da arquitetura, pesquisa, design, expografia e direção de arte, em constante colaboração com profissionais, estúdios e coletivos brasileiros e estrangeiros.

Marcos Boldarini
segundas feiras
Arquiteto e urbanista, professor universitário, coordena e desenvolve projetos de urbanização de assentamentos precários, habitação de interesse social, equipamentos e espaços públicos. Titular do escritório Boldarini Arquitetos Associados, com trabalhos nas bienais internacionais de arquitetura de Veneza (2002, 2010 e 2014), Roterdã (2009 e 2012), São Paulo (2011 e 2013), Buenos Aires (2013), premiado nas três últimas.

Martin Corullon
segundas feiras
Arquiteto e Urbanista pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo – FAUUSP, com mestrado pela mesma instituição. Em 2000, funda o escritório METRO ARQUITETOS ASSOCIADOS. Desde 1994 tem colaborado frequentemente com o Arq. Paulo Mendes da Rocha [Pritzker Prize 2006]. Entre os anos de 2008 e 2009 trabalhou no escritório Foster+Partners, em Londres.

Marina Grinover
terças feiras
Arquiteta e urbanista pela FAUUSP em 1993; Doutora pela FAUUSP em 2015. Sócia do escritório Base Urbana. Professora do EV, orientadora de TFG e Iniciação Científica na Escola da Cidade desde 2006. Professora de projeto e orientadora de TFG na FAAP desde 2015. Professora da Escola do MASP em 2015. Em 2014 recebeu da APCA Prêmio de Melhor Urbanidade com o Projeto de Reurbanização da Favela do Sapé. Organizou os livros Maquetes de Papel de Paulo Mendes da Rocha (2006), com Catherine Otondo, e Lina por Escrito (2009), com Silvana Rubino, ambos para a Editora Cosac Naify.

Mauro Munhoz
quintas feiras
Mauro Munhoz é arquiteto formado pela FAU-USP (1982) e mestre pela mesma escola (2003). Sua pesquisa para a dissertação sobre os espaços públicos de borda d’água de Paraty levou à criação da Associação Casa Azul, organização da sociedade civil de interesse público, com projetos nas áreas de arquitetura e urbanismo, educação e cultura, da qual ele é diretor presidente. Em 2003, foi um dos criadores da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), que surgiu da necessidade de envolver a população nas discussões sobre requalificação urbana. Ao longo de mais de 30 anos de carreira como arquiteto, projetou diversas residências, notabilizando-se pela plasticidade de desenho que confere às estruturas de madeira, frequentes em seu trabalho. Sua primeira obra pública de arquitetura foi inaugurada em 2008: o Museu do Futebol, no Estádio do Pacaembu, em São Paulo. Entre seus projetos de requalificação urbana, destacam-se a Praça da Matriz, em Paraty, e a praça Oliveira Penteado, no bairro do Butantã, em São Paulo.

Mario Figueroa
terças feiras
Arquiteto formado pela PUC de Campinas [1988] e com Doutorado pela FAU USP [2002]. Atualmente é Coordenador do Curso de Arquitetura e Urbanismo da FAAP [2013], professor do Estúdio Vertical na Escola da Cidade [desde 2006] e de Projeto VIII na FAU Mackenzie [desde 1993]. Tem participado como professor convidado e conferencista em várias instituições nacionais e internacionais [Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Espanha, México e Panamá]. Possui prêmios em diversos concursos públicos no Brasil e no exterior, assim como em importantes Bienais de Arquitetura. Em 2007, associado a Carlos Dias e Lucas Fehr, venceu o Concurso Internacional para o Museu da Memória e o Centro Matucana em Santiago do Chile. Este projeto é uma das obras comemorativas do Bicentenário da Independência daquele país, e foi inaugurada pela Presidenta Michelle Bachelet no dia 11 de Janeiro de 2010. Desde 2011 os seus croquis para a criação do Museu da Memória, estão no Acervo de Arquitetura do Centre George Pompidou em Paris. Foi sócio fundador do Estúdio America [2007>2011] e no início de 2012 reestrutura a Figueroa & Associados para criação da figueroa.arq.

Marta Moreira
quintas feiras
Graduada na FAUUSP – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, 1987. Professora da Escola da Cidade, São Paulo, desde 2001. Professora visitante da Facultad Arquitectura y Diseño de la Universidad Finis Terrae, Santiago, Chile, 2013. Professora da Universidade Braz Cubas, Mogi da Cruzes, 1992 a 1995. Vice presidente da Associação de Ensino Escola da Cidade.

Rafic Farah
terças feiras
Rafic Jorge Farah nasceu em São Paulo em 1948. Aos 20 anos ingressa no curso de arquitetura da USP.
Em 1979 abre o estúdio São Paulo Criação, que conduz até hoje, realizando projetos de comunicação em diversas áreas: arte, design gráfico, editorial, filmes, roteiros, fotografia, arquitetura, design de mobiliário e de objetos.

Ruben Otero
segundas feiras
Formado pela Universidade da República do Uruguai (1983) e novamente pela Unesp, em 2007. Doutor em Projetos Arquitetônicos pela Universidade Politécnica da Catalunha (2008). Recebeu diversos prêmios pelos trabalhos desenvolvidos, dentre os quais: ‘Morar Carioca’, pela conceituação e prática em Urbanização de Favelas (2010 – Rio de Janeiro), ‘Protótipos de habitação social’ (2010 – São Paulo), ‘Concurso Renova São Paulo, Projetos de Urbanização de Favelas’ (2011), ‘Ensaios Urbanos, propostas para o zoneamento de São Paulo’ (2014). Também recebeu Primeiro Prêmio nas Bienais de São Paulo (2003) e de Quito (2004).

Silvio Oksman
segundas feiras
Arquiteto e urbanista (1998), mestre 2011 e com doutorado em andamento, todos pela FAUUSP. Professor da Escola da cidade desde 2009 no Estúdio Vertical e no TC. Representante do IAB-SP no CONDEPHAAT 2013-2016. Representante do Brasil no grupo de patrimônio da UIA (União Internacional de Arquitetos). Sócio do escritório Oksman Arquitetos Associados onde desenvolve projetos em variadas escalas e, principalmente, em bens culturais. Principais projetos: Vencedor do Concurso MISPRO RJ; Vencedor do Proac para restauro da Destilaria central de Lençóis Paulista; Projeto de restauro do IAB-SP.

Vinicius Spira
terças feiras
Arquiteto e antropólogo pela USP, formado em 2003 e 2011 respectivamente. Estudou um ano na Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto – Portugal como intercambista (1999-2000). Em sua experiência profissional como arquiteto, destacam-se mais de sete anos de colaboração com o Brasil Arquitetura, onde desenvolveu projetos de escolas, museus, habitação social e requalificação de patrimônio histórico, com destaque para a coautoria de três Centros Educacionais Unificados (CEUs). Seu mestrado, pelo Departamento de Antropologia Social da USP, investigou as relações entre espaço, política e pedagogia no dia a dia dos CEUs, e deu origem ao livro Desafios do Acolhimento, pela Editora Humanitas com apoio Fapesp. Atualmente desenvolve o doutorado e segue investigando a promoção de atividades educacionais, culturais, esportivas e de lazer promovidas na interface entre Estado e comunidades periféricas paulistanas. É membro do Coletivo ASA – Artes, saberes e antropologia, núcleo de pesquisa vinculado à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

PROFESSORES ASSISTENTES

Alex Pataro
segundas feiras
Arquiteto e Urbanista pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP) no ano de 2015. Bolsista PROEx, RENOVE e FAPESP IC durante a graduação. Vencedor do 11º Prêmio Alcoa de Inovação em Alumínio (Autor-representante, 2013) e do Concurso Público Nacional de Ideias para Elementos de Mobiliário Urbano de São Paulo (Co-autor, 2016), Colaborador do Estúdio Módulo de Arquitetura e professor do curso {CURA} desde 2016.

Carlos Augusto
quintas feiras

Eduardo Barcellos
segundas feiras

Emiliano Homrich
segundas feiras

Julia Park
quintas feiras
Graduada pela Escola da Cidade no ano de 2016, já trabalhou em escritórios de arquitetura como o Superlimão Studio, JDS Architects e Sou Fujimoto Architects. Atualmente, atua na equipe do Estúdio Paralelo e contribui com conteúdo visual para a Aesther Ekme.

Laura Vaniqui
terças feiras
Arquiteta formada pela FAU USP em 2016, com intercâmbio na Holanda em 2013, estudando na Academia de Arquitetura de Amsterdam (AHK). Academicamente participou da formação do banco de dados da FAU USP e do Museu Paulista sobre “São Paulo, os estrangeiros e a construção da cidade” (2011). Colaborou com o escritório Metrópole Arquitetos, e pelos dois últimos anos com Vigliecca & Associados. Atualmente realiza projetos por conta própria.

Letícia Tamisari
terças feiras
Arquiteta e Urbanista formada pela FAU Mackenzie em 2012 com o trabalho final de graduação “Estratégias Contemporâneas para Espaços Museológicos”. Além disso possui formação técnica em Design de Interiores pela ETEC Getúlio Vargas [2006]. No início de 2012 cria a FIGUEROA.ARQ associada aos arquitetos Mario Figueroa e Marcus Damon.
Desde 2015 tem participado regularmente como conferencista convidada em seminários e oficinas em distintas cidades no Brasil e no estrangeiro como: Talca [Chile], La Paz [Bolívia], Zacatecas [México], Chapecó [SC], Curitiba [PR], Cascavel [PR], Fortaleza [CE], Itajaí [SC] e São Paulo [SP].
Os seus trabalhos profissionais tem sido publicado com regularidade em revista e sites especializados. Tem participado regularmente de cursos de especialização nas áreas de Arte, Arquitetura e Cultura.

Lucas Thomé
terças feiras
Arquiteto pela Escola da Cidade em 2013, colaborou nos escritórios Mauro Munhoz Arquitetura/Associação Casa Azul, Zehbra Arquitetos, 23 Sul Arquitetos e Zemel + Arquitetos. Em 2013, iniciou sua participação no Grupo Garoa Arquitetos Associados e desde 2014 associou-se passando a dedicar-se exclusivamente ao escritório.

Matheus de Paula D’almeida
terças feiras
Arquiteto e urbanista formado pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP) no ano de 2015, bolsista do programa Santander Universidades ao cursar o quarto ano do Mestrado Integrado em Arquitectura na Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (Portugal) entre os anos 2012 e 2013. Colaborador do escritório Apiacás Arquitetos desde 2013.

Pablo Lanza
quintas feiras
Arquiteto e Urbanista graduado pela FAU-USP em 2011, bolsista pelo IEE – Instituto de Energias e Ambientes da USP no projeto Casa Solar Decathlon Brasil entre 2009 e 2011. Professor nos cursos de extensão em Construção, Permacultura e Baixo impacto pela PUC-Campinas entre 2005 e 2017 e no Instituto TIBA em Construção em 2008. Um dos fundadores do coletivo REARQ em 2009. Fundador e em atuação no PL Arquitetura, desde 2011.

Thiago Magri Benucci
quintas feiras
Arquiteto graduado pela Escola da Cidade em 2016. Atualmente trabalha no escritório Gui Paoliello Arquiteto.